Sem categoria

DCF 1.0

Dilatação de Pupila

Orifício pelo qual a luz entra nos olhos, a pupila tem seu tamanho regulado para quantidade de luz que entra nos olhos ser constante. Com isso somos capazes de enxergarmos tanto no sol a pino quanto na penumbra de um pôr do sol.

Essa regulagem de tamanho é feita pela íris, músculo do tipo esfíncter. No vídeo a cima vemos a contração da pupila quando a forte luz atinge repentinamente os olhos, que estavam “acostumados” ao escuro, ou seja, dilatados para maior entrada de luz.
Porém não é apenas a falta de luz que faz com que nossa pupila dilate. O pesquisador Daniel Kahneman mostrou que ao realizar contas matemáticas nossas pupilas dilatam, e o grau de dilatação está relacionado com a dificuldade de cada cálculo. E assim que a pessoa chega ao resultado ou desiste de tentar, a pupila retorna a seu tamanho original.
“Dilatação da pupila pode premeditar uma decisão antes da mesma ser revelar”, concluiu um estudo liderado por Wolfgang Einhäuser-Treyer, neurofísico da Universidade de Marburgo, na Alemanha. Na pesquisa, um grupo de pessoas tinham como tarefa apertar um botão dentro de 10 segundos, e cerca de 1 segundo antes das pessoas apertarem o botão suas pupilas dilatavam-se premeditando a ação.

Sem categoria

Leave a comment