Featured

Rena do Ártico

Renas do Ártico mudam a cor de seus olhos entre o verão e o inverno

As diferentes cores de olhos nos seres humanos está relacionada com a pigmentação da íris, já em certos animais a cor dos olhos está relacionada com a membrada chamada tapetum lucidum – membrana localizada atrás da retina e que reflete a luz que entre nos olhos dos animais.
Diferentemente de todos os animais dos quais tem-se conhecimento, uma espécie de rena que habita a Noruega tem a cor de seus olhos alteradas durante diferentes estações do ano. Durante o verão a Rena do Ártico apresenta olhos de coloração dourada, enquanto que no inverno eles torna-se azul escuro.

Foto: Glen Jeffery

Foto: Glen Jeffery

O inverno Norueguês apresenta pouco período de luz durante o dia, com isso os olhos das renas dilatam-se para captarem maior quantidade de luz. Com a dilatação do olho a pressão intraocular aumenta, pressionando as fibras de colágeno da membrana tapetum lucidum, que as fazem refletirem diferente coloração.
Como o “tamanho da luz” azul é menor, a luz atinge fotorreceptores mais profundos dos olhos, fornecendo mais luz a retina.

Pesquisadores da Universidade de Tromsø observaram um grupo de renas que habitam as redondezas da cidade e descobriram que estas possuem olhos predominantemente verdes – meio termpo entre o dourado e o azul – já que esta recebem certa quantidade de luz da cidade, portanto não dilatam tanto os olhos.

Foto: I.Quaile

Foto: I.Quaile

Foto da capa por: Kia Hansen

Featured

Leave a comment